Ator, dramaturgo, diretor, escritor e locutor com 17 anos de carreira.

Em 2018 venceu os mais importantes prêmios de teatro do Brasil como Melhor Ator no Prêmio Shell e no Prêmio Cesgranrio e Melhor Ator Coadjuvante no Prêmio Botequim Cultural e no Prêmio Cenym pelo espetáculo Tom na Fazenda. Atuou em mais de 15 espetáculos na carreira, entre eles Na Solidão dos Campos de Algodão, direção de Caco Ciocler, Ovono, de Ricardo Karman, Sobre Ratos e Homens, direção de Kiko Marques e Toc Toc, direção de Alexandre Heinecke.

Atua frequentemente também no cinema, como em Depois a Louca Sou Eu, direção de Julia Rezende, Divórcio, direção de Pedro Amorim, Maria do Caritó, direção de João Paulo Jabour, O Doutrinador, direção de Gustavo Bonafé, e no inédito O Jardim Secreto de Mariana, de Sérgio Rezende, entre outros.

 

Na TV e no streaming, está em Coisa Mais Linda da Netflix, Aruanas na Globoplay e Tv Globo e Os Homens São de Marte do GNT, entre outros.

É um dos diretores e dramaturgos da ExCompanhia de Teatro, grupo transmídia com quase 10 anos de história e apresentações internacionais em locais como Alemanha, Portugal e Montenegro - onde recebeu o Special Award no FIAT 2017 como melhor dramaturgia do festival.

​É locutor integrante da mais importante associação de profissionais da voz no Brasil, o Clube da Voz em São Paulo.

gustavo_vaz-filme-nacional.jpeg